HumanasBlog


LAURA ANTONELLI: UM AMOR ADOLESCENTE

Posted in Memórias Afetivas por Joaquim Cesário de Mello em julho 8, 2009
Tags: , , ,

Dando continuidade a saga de expor minhas intimidades à praça pública (oh narcisismo!), vamos falar um pouco daquela que foi pra mim na adolescência, bem como para tantos da minha época juvenil, a minha efetivamente primeira musa e paixão platônica. Falo da belíssima atriz Laura Antonelli.

Para vocês um pouco e o muito da estonteante beleza de Laura Antonelli que por diversas vezes embalou os sonhos luxurientos e amorosos de muitos da minha geração:

Nascida Laura Antonaz (1941), em uma região à época pertecente à Itália mas que hoje é parte da Croácia, Laura Antonelli começou sa carreira fazendo comerciais da Coca-Cola. Seu primeiro filme em cinema foi em 1965 (La Sedicenni), tendo sido seu primeiro sucesso “Malícia”, uma comédia italiana de 1973. Trabalhou com grandes diretores de cinema, entre eles Visconti em “O Inocente” (1976), e chegou a ganhar por duas vezes como melhor atriz o prêmio David di Donatello (equivalente ao Oscar americano). No auge da sua maturidade tanto física quanto artística fez em 1977 a instigante personagem central do inesquecível “Esposamante” de Marco Vicário.

Quando passou “Perfume de Mulher” com Al Pacino possivelmente a turma multiplex do cinema pipoca não deve ter sabido á época que se tratava de um remake de um filme italiano do Dino Rise (”Profumo di donna”) onde foi, pro nosso deslumbramento, a descoberta da exuberância de Laura Antonelli, lá no escurinho do já extinto Cinema Veneza. Arrebatamento total e absoluto. Ali, no alto de minha adolescência e em pleno pique dos meus hormônios, estava eu perdidamente apaixonado por Laura. Mas, afinal, quem não ficaria? Mesmo aqueles que, por razões ou preferências diversas não se sentissem atraídos física e sexualmente por mulher, não deixaram de admirar a beleza da mais perfeita feminilidade da Laura Antonelli e sua mais pura condição de fêmea gostosa. E como!

Devido a seu início de carreira fazendo comédias picantes italianas, Laura Antonelli ficou conhecida por muitos como “A Deusa do Sexo”. Todavia, pra mim, ela foi e sempre será a Laura de “Profumo de Donna” e a sedutora mulher madura e sensual de Esposamante. Não deixem de conhecer o ensaio fotográfico da Revista Playboy (nr. 68) de março de 1981. Que as outras mulheres me desculpem, mas é imperdível.

No filme Esposamante a que já fiz menção acima Laura faz o papel de Antonia, esposa de Luigi (interpretado por Marcelo Mastroianni), que vive um casamento praticamente fenecido. Antonia vive doente, pálida e acamada o agonizar de tal relação, até que ocorre o desaparecimento do marido que trabalha como negociante de vinhos. Todavia, na verdade, Luigi é um ativista político e seu desaparecimento se fez necessário, pois o mesmo foi injustamente acusado de assassinato. Considerado como morto, Antonia agora tem que assumir a condução dos negócios da família e, aos poucos, vai descobrindo o lado oculto do marido que até então desconhecia. Ao mesmo tempo em vai conhecendo um Luigi que não conhecia, vai também começando a aflorar nela uma mulher que ela mesma até então não conhecia: mas auto-confiante, com melhor auto-estima, mais bonita e, principalmente, mais sensual e ciente de sua inteira feminilidade até ali latente. O melhor ainda da história é que Luigi se esconde em frente à casa que antes morava com sua esposa agora “viúva” e, assim, passa a ser ,à distância, testemunha ocular da transformação de sua esposa que, por sua vez, passa a desconfiar da presença dele na casa à frente. Linda e comovente a cena em que Luigi pelas frestas da janela observa com um misto de tristeza, espanto encantamento e ternura o primeiro orgasmo de sua esposa com um recente amante (só Mastroianni poderia fazer aquele olhar). Impagável. Segundo a atriz Marília Pera um dos melhores filmes que ela já viu. Um filme não apenas pra se assistir, mas para se ter em seu acervo (há em DVD). Confiram.

Pois é, acho que o passar dos anos e o rarear dos meus cabelos agora cada vez mais grisalhos não apagaram minha paixão sincera e juvenil de adolescente. Há, com certeza, um espaço carinhoso em minha memória reservado ao tempo em que amava e idolatrava atrizes de cinema. E nunca mais houve ninguém como Laura Antonelli.

Agora vejamos se eu jovem não estava certo em me apaixonar pela Laura Antonelli. Vejamos o evoluir de sua beleza através dos anos. Confiram:

About these ads

2 Respostas to 'LAURA ANTONELLI: UM AMOR ADOLESCENTE'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'LAURA ANTONELLI: UM AMOR ADOLESCENTE'.

  1. Flávia Emília said,

    O erotismo, através de fotografias, desenhos, filmes, músicas e contos
    estimula o desejo e a fantasia. Todos temos fantasias é uma de nossas
    válvulas de escape.

  2. marcos said,

    Laura realmente é uma atriz belissima! descobri essa princesa sem querer vendo um video erótico de um filme que ela fez e fui procurar saber mais sobre ela que me fascinou tanto e descobri o teu blog! um abraço e te visitarei sempre!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: