HumanasBlog


MANUEL BANDEIRA: ALÉM DE POETA, CRÍTICO

Posted in Notícias e Eventos por Joaquim Cesário de Mello em junho 26, 2009

Muito boa a matéria publicada na REVISTA BRAVO deste mês sobre esse lado menos conhecido do grande público do poeta pernambucano Manuel Bandeira, isto é, seu lado de crítico literário. Aliás, como diz a matéria de Almir de Freitas, um crítico implacável.

 

Para nós, admiradores e leitores da poesia de Manuel Bandeira, um pouco de um outro Manuel que, porém, era o mesmo. Sem antes, contudo, não deixar de apreciar a beleza de sua poética:

Desencanto

Eu faço versos como quem chora
De desalento… de desencanto…
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto.

Meu verso é sangue. Volúpia ardente…
Tristeza esparsa… remorso vão…
Dói-me nas veias. Amargo e quente,
Cai, gota a gota, do coração.

E nestes versos de angústia rouca
Assim dos lábios a vida corre,
Deixando um acre sabor na boca.

– Eu faço versos como quem morre.

 

Vejam, pois, a matéria da Revista Bravo acessando o seguinte link:

http://bravonline.abril.com.br/conteudo/literatura/critico-implacavel-472869.shtml

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: