HumanasBlog


A COMPULSÃO EM TEMPOS MODERNOS

Posted in Sociedade Contemporânea por Joaquim Cesário de Mello em julho 28, 2009
Tags: , ,

O ser humano sempre sofreu de compulsões e haveremos também de concordar que qualquer coisa,  idéia ou substância pode servir ao ser humano como objeto de sua compulsão. Há na “alma humana” uma inclinação à compulsividade e à adição. Os comportamentos compulsivos ou adictos são hábitos adquiridos na insaciável busca humana pelo alívio de sua ansiedade ou angústia. Tais hábitos ou aprendizagens, que se transformam pelas repetições constantes em ações/respostas automáticas, resultam por se tornarem desadaptativos e o que era antes uma espécie de “estratégia mental” para se livrar da ansiedade acaba gerando, paradoxalmente, mais ansiedade e com isto mais comportamentos compulsivos.

Entre tantos possíveis comportamentos adictos (sexo, trabalho, drogas, internet, jogo, etc) temos os pertinentes aos Transtornos Alimentares. A compulsão alimentar envolve uma ingestão inadequada, excessiva ou reduzida de alimentos, sempre feita de maneira incontrolável e impulsiva. Sabemos que desde a nossa primeira infância (oralidade) o alimento está associado a sensações de relaxamento, prazer, alívio e conforto. Toda vez que o bebê sente-se desconfortável por sentir fome, e por isto chora, seu saciamento é seguido se atenuação, alívio e prazer. Associe a isto o fato ainda de ao ser amamentado o bebê tem tambem o contato físico com o corpo da mãe, seu calor, carinho e aconchego. Alimentar-se assim dá sentimentos de segurança que serão básicos para o surgimento da auto-confiança no ser humano. Um ser humano mais auto-confiante tem uma melhor auto-estima e, dessa maneira, está mais aparelhado para os enfrentamentos da vida. Crescemos, portanto, associando  alimento e prazer.

Afirmamos acima que o ser humano de alguma maneira sempre sofreu e sempre sofrerá de compulsões, ou ao menos estará sempre correndo risco. Acontece que nas últimas décadas temos tido um elevado aumento nos comportamentos compulsivos, talvez devendo-se ao fato ao tipo de sociedade que estamos formando e vivendo. A modernidade em sua fase mais consumista e hedonista (pós-modernidade) tem como cada vez mais uma característica à dimensão compulsiva. Como certa vez disse Giddens, “o fato de hoje podermos nos tornar viciados em qualquer coisa – qualquer aspecto do estilo de vida – indica a real abrangência da dissolução da tradição. O progresso do vício é uma característica substantivamente significante do universo social pós-moderno, mas também um ‘índice negativo’ do real processo de destradicionalização da sociedade”.

Tal destradicionalização da sociedade leva-nos a um modo de viver vazio e desprovido de possibilidades emancipatórias. Ao não reconhecermos um propósito maior para a vida estamos muito mais expostos aos comportamento adictos e compulsivos onde tentamos – inultilmente diga-se de passagem – pseudotranscender nossa angústia existencial.

Estamos falando disso agora, pois é de nosso interesse levar o transeunte aqui presente a ler a matéria publicada na Revista Psique nº 39, que leva o título de “Compulsão e Distúrbios Alimentares” (matéria de capa “Compulsão: um mal moderno”). Leiam, pois, acessando: artigo131301-1.asp?o=r

E ainda para quem deseja ampliar e aprofundar sobre o tema compulsividade e modernidade, sugerimos uma leitura complementar em “A Compulsão e o vício da modernidade” de Leonardo de Araújo e Mota (publicado na Revista Humanidades nº 02/2002): 1518.pdf

Tema aberto para debate, portanto…

Anúncios

Uma resposta to 'A COMPULSÃO EM TEMPOS MODERNOS'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'A COMPULSÃO EM TEMPOS MODERNOS'.

  1. Flávia Emília said,

    Alimente-se pela convicção de que a mudança é difícil mas é pos-
    sivel.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: