HumanasBlog


A SENSUALIDADE VOCAL DE RUFUS WAINWRIGHT

Posted in Música por Joaquim Cesário de Mello em julho 30, 2009

Recentemente reassistindo no canal por assinatura CULT o filme tributo à Leonardo Coehn “I´am Your Man” (2005) deparei-me mais uma vez com a performance sedutora e a voz sensual de Rufus Wainwright. E olhem que no filme em si havia um leque imenso de bons, muito bons, artistas (entre eles Linda Thompson, Nick Cave, Bono e a própria banda U2, entre outros), embora muitos sejam desconhecidos por estas paragens. Rufus, em meio a eles, se destaca, não somente pelo depoimento quase hilário com que menciona seu primeiro encontro com Leonardo Coehn quando este estava de cuecas comendo Miojo, mas por sua enorme presença em palco. Sua interpretação das músicas Hallelujah e Everybody Knows (ambas composições de Leonardo Coenh) são magnéticas, razão pela qual contemplo e ofereço ao eventual transeunte aqui no HUMANASBLOG um pouco de Rufus Wainwright.

Rufus Wianwright é um cantor e compositor canadense-americano, tendo sido em 1998 aclamado pela famosa e respeitada revista Rolling Stone como “o melhor artista do ano”. Embora não faça muito sucesso comercial, Rufus é um artista musical cultuado e muitas de suas músicas (composições e interpretações) já fizeram parte de trilhas sonoras de filmes, entre eles O Segredo de Brokeback Montain, Moulin Rouge, Shrek e Aviador. Conheça mais acessando: Rufus_Wainwright

Para o blogueiro Thiago Pereira,  Rufus seria uma espécie de “quinta neurose ambulante e adorável de Sex And The City com perfeição”. Outro comentário retirado na WEB da vida é o de Alexandre Petillo que afirma: “imerso na escuridão da alma, perdido num labirinto de desilusões e pecados, Rufus não tem medo de encarar os demônios e escancara o que existe de mais sujo em suas entranhas. E tudo isso com refrões ganchudos e boas harmonias. Rufus não tem, por exemplo, pudores em cantar calmamente sobre o homem que partiu seu coração.”

Começarei com Hallelujah e após um vídeo montagem com a voz de Rufus cantando Everybody Knows, que aqui também foi apresentada na versão com o próprio Leonardo Cohen (vide post pertinente no espaço reservado à Memória Cultural). Vejam e ouçam também Chelsea Hotel (watch?v=f4rQ03pl2Og&feature=related), Somewhere Over The Rainbow (watch?v=hrnT2VEsuHc&feature=related) e Cigarettes And Chocolat Milk (watch?v=i6N0sNMKFO4).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: