HumanasBlog


POESIA: SAFRA 80

Posted in Poesia & Arte por Joaquim Cesário de Mello em setembro 10, 2009

APENAS ÀS SEXTAS FEIRAS

O mundo ainda pulsa próximo
diante da janela
e eu já desnudado dos outros
e dos óculos
me liquefaço em poesia e silêncio
na quietude morna dos móveis.

Estou só
(ou quase só)
um tanto nostálgico de útero
e não há sequer o amor agitado das formigas
a me perturbar o sono
nem os mortos a me circular as veias.

Há apenas o frágil e ocioso adejar
da mais recente mariposa
que me olha com medo ou desejo
enquanto a noite passa
como um seio em minha mão.

Joaquim Cesário de Mello

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: