HumanasBlog


“CAMINHANTE, NÃO HÁ CAMINHO…”

Posted in Poesia & Arte por Joaquim Cesário de Mello em setembro 26, 2009

 

Há muito fui seduzido pelos seguintes versos do poeta espanhol Antônio Machado: “Caminhante, não há caminho/o caminho se faz no caminhar”.
É bem verdade que o verso integralmente não é exatamente como recorda minha memória, visto que em língua espanhola o verso assim se escreve: “Caminante, no hay camino/se hace camino al andar”.
O poeta Antônio Machado (1875-1939) é um dos mais expressivos e significativos poetas modernos da poesia de língua espanhola e em seus versos encontramos fortes evocações de caráter filosófico existêncial. Antônio Machado talvez seja o poeta mais lido da chamada “Geração de 98” da poesia espanhola.
Do poema cujos versos me acompanham desde o primeiro instante que os li reproduzo-o agora logo abaixo. Caso queiram conhecer mais sobre o poeta Antônio Machado, sugerimos leitura do site: 1dteles3c.html

“Caminhante, são teus rastos
o caminho, e nada mais;
caminhante, não há caminho,
faz-se caminho ao andar.
Ao andar faz-se o caminho,
e ao olhar-se para trás
vê-se a senda que jamais
se há-de voltar a pisar.
Caminhante, não há caminho,
somente sulcos no mar.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: