HumanasBlog


CARL HONORÉ E A CULTURA DA VELOCIDADE

Posted in Idéias por Joaquim Cesário de Mello em outubro 9, 2009

 

Que vivemos tempos acelerados todos sabemos, visto que somos uma geração ao estilo fast food. E é exatamente sobre tal aceleração com que vivemos a vida que o filósofo, escritor e jornalista escocês Carl Honoré se debruça a refletir o que chamou de “Cultura da Velocidade”.

Carl Honoré publicou alguns poucos anos atrás o livro “Devagar” e nele demostra que a cultura da velocidade teve sua origem na Revolução Industrial, tendo sido impulsionada pela urbanização crescente e aumentou desenfreadamente com os avanços da tecnologia no século XX. Com o mundo em plena atividade, o culto à velocidade nos impeliu ao colapso. e hoje vive-se no limite da exaustão (vez em quando nossos corpos e mentes nos lembram que o ritmo da vida está girando fora de controle). O referido livro descreve a história de nossa pressa e sua relação com o tempo que para o homem contemporâneo é cada vez mais escasso. Indaga o autor, por exemplo: por que estamos sempre com pressa? Qual a cura para a falta de tempo? É possível, ou até mesmo desejável, desacelerar? E em busca de tais respostas propõe uma vida menos acelerada e no desacelerar do passo possamos não somente melhor apreciar o instante, como viver com mais tranquilidade e felicidade de se estar simplesmente vivo.

Viajando pelo mundo Honoré coletou várias histórias de pessoas e gente que conseguiram mudar o ritmo de suas vidas, seja desacelerando o trabalho, a alimentação, o sexo, a educação com os filhos e os cuidados com o próprio corpo e saúde pessoal. Com Carl Honoré surge o movimento  Slow Life.

Será que estamos começando a viver uma revolução silenciosa pelo movimento devagar?  Não sei aqui a resposta, apenas observo, sei e sinto que estamos paganedo um alto preço pela velocidade e que já era tempo de se começar dar um, basta nisto e passarmos a reinvidicar a vivência do tempo sem correrias destrambelhadas. Sem tanta pressa podemos ser mais produtivos até, ter mais energia à vida e sorvê-la lentamente com sabor ao invés de devorá-la com avidez e voracidade de uma oralidade imatura.

Para conhcere um pouco mais das idéias de Carl Honoré, sugerimos a leitura de sua entrevista feita por Angelo Medina cuja matéria levou o sugestivo título “Bem Estar Mental”: entrevista_carl_honore.htm

 
Anúncios

2 Respostas to 'CARL HONORÉ E A CULTURA DA VELOCIDADE'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'CARL HONORÉ E A CULTURA DA VELOCIDADE'.

  1. Flávia Emília said,

    Eu incluiria, entre os danos possíveis á saúde dessa equivocada relação
    com o trabalho, aspectos qualitativos dela. Há dois muito importantes a
    merecer comentários: a exagerada preocupação com o cumprimento de
    de prazos e a busca irracional do perfeccionismo. A luta contra o relógio,
    compromissos múltiplos e simultâneos e com prazos rígidos de cumpri –
    mento, é , todos os especialistas concordam, um dos maiores fatores de
    tensão e estresse e, portanto, de agravo á saúde. Não quero com isso
    defender a irresponsabilidade no cumprimento de prazos estipulados, mas
    sim alertar para a importância de não assumir compromissos múltiplos ,
    com prazos rígidos e, principalmente , de admitir certo grau de flexibilida –
    de.

  2. Flavia Emilia said,

    Essa questão do tempo, está presente em todos nós. Parece uma brin-
    cadeira, mas é uma verdade. Nesse caminhar pelo tempo, cada um com
    seu jeito de viver, vai mudando, e as descobertas vão acontecendo, e a
    partir delas mudamos também.
    Essa passagem do tempo também nos lembra o “relógio”, que marcando
    as horas, nos ajuda a organizar o nosso dia-a-dia. Impossível haver per –
    curso sem obstáculos, o realismo manda contar com eles e não se de –
    cepcionar ou desesperar quando acontecem.
    A palavra tempo pode ter muitos significados. Do nascer ao pôr-do-sol, o
    homem tem muito mais tempo do que é capaz de usar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: