HumanasBlog


CONHECENDO VIRGÍNIA FONTES

Posted in Idéias por Joaquim Cesário de Mello em outubro 21, 2009

Vírginia Fontes é professora de história aposentada da Universidade Federal Fuminense (UFF) e pesquisadora. Tem se destacado com seus trabalhos e reflexões sobre o processo de construção hegemônica do neoliberaismo brasileiro. É autora do livro “Reflexões Im-pertinentes: História e Capitalismo Contemporâneo” (Ed. Bom Texto, 2005). Intelectual de elevado nível, não se restringe apenas ao meio acadêmico, mas igualmente participa ativamente de movimentos sociais. Para ela o avanço das lutas populares deve estar focado na luta anticapitalista. Segundo ela as transformações ocorridas no chamado capitalismo tardio exigem a retomada crítica dos clássicos, principalmente os de inspiração marxista, como uma espécie de base a fundamentar econômica, política e culturalmente as lutas de classes hoje existentes no mundo atual. A quem afirma que a luta de classes acabou, Virgínia Fontes rebate afirmando: ” quando a gente não consegue ver a dominação, é só olhar para a exploração”. Igualmente confronta a quem afirma que o trabalho acabou argumentando que ao contrário o trabalho aumentou, porém perdeu direitos, e que trabalhador não é somente aquele que tem carteira assinada.

Pertinente, portanto, a leitura de sua recente entrevista à revista Caros Amigos, cujo título já nos diz muito, isto é, “A luta popular hoje deve ser anticapitalista”. Leiam, pois a referida entrevista acessando o seguinte link: carosamigos.terra.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: