HumanasBlog


ARTIGOS RECOMENDADOS

Posted in Artigos Recomendados por Joaquim Cesário de Mello em maio 17, 2009

ARTIGO 01: EFEITOS DA DEPRESSÃO MATERNA NO DESENVOLVIMENTO NEUROBIOLÓGICO E PSICOLÓGICO DA CRIANÇA

AUTORES: Maria da Graça Motta, Aldo Bolten Lucion e Gisele Gus Manfro

RESUMO: Estudos recentes demonstram a repercussão da provação materna no desenvolvimento tanto neurobiológico quanto psicologico da criança. A depressão pós-parto pode favorecerm quando persistente, a ocorrência de situações de negligência e até mesmo abuso infantil. O presente artigo revisa estubos publicados que demonstram alterações no desenvolvimento neurobiológico, endócrino, mental e comportamental de crianças cujas mães apresentaram quadros clínicos de depressão pós-parto. Verifica-se a importância do meio ambiente e as consequências posteriores no indivíduo já adulto em suas respostas ao estresse.

PUBLICAÇÃO: Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul v.27 n.2 Porto Alegre maio/ago. 2005

http://www.revistapsiqrs.org.br/administracao/arquivos/efeitos_depressao_27_2_mai_ago.pdf

____________________________________________________________

ARTIGO 02: Casamento contemporâneo: o difícil convívio da individualidade com a conjugalidade

AUTOR: Terezinha Féres-Carneiro

RESUMO: Na discussão sobre casamento contemporâneo várias questões são desenvolvidas. Ressaltam-se a relevância institucional do casamento e o papel que ele desempenha para os indivíduos como instrumento de construção nômica. Descreve-se como o casal contemporâneo é confrontado por duas forças paradoxais, ou seja, pelas tensões entre individualidade e conjugalidade. Aborda-se o tema da manifestação da aliança e da sexualidade no casamento e no recasamento contemporâneo. Discute-se a questão da separação conjugal e suas conseqüências para os membros do casal e da família. Descrevem-se as características da família recasada e suas possibilidades de interação funcional. Enfatiza-se a importância da relação conjugal para o desenvolvimento emocional dos filhos. E, finalmente, ressalta-se que o compromisso da terapia de casal não é com a manutenção ou a ruptura do casamento, mas com a saúde emocional dos membros do casal e da família.

PUBLICAÇÃO: Psicol. Reflex. Crit. vol.11 n.2 Porto Alegre 1998

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-79721998000200014&script=sci_arttext&tlng=pt
____________________________________________________________

ARTIGO 03: Satisfação conjugal em casamentos de longa duração: uma construção possível

AUTOR: Maria Betânia Paes Norgrem et al.

RESUMO: Relacionamento está associado à saúde e qualidade de vida, principalmente nos anos de maturidade e velhice. O presente artigo estuda os processos e variáveis associadas à satisfação conjugal em casamentos de longa duração, ou seja, mais de 20 anos, comparando casais satisfeitos e insatisfeitos.

PUBLICAÇÃO: Estudos de Psicologia (Natal), vol.9, n°3,sep/dec.2004.

http://www.scielo.br/pdf/epsic/v9n3/a20v09n3.pdf
_______________________________________________________

ARTIGO 04: Modelos de família e intervenção terapêutica

AUTORES: Edna Lúcia Tinoco Ponciano; Terezinha Féres-Carneiro

RESUMO: A família nuclear é um modelo construído na história da sociedade ocidental. O questionamento desse modelo torna visível outros tipos de configurações familiares. Na história da terapia de família observa-se a relação existente entre o modelo de família nuclear e a intervenção do especialista. O presente ensaio realiza um percurso histórico com o objetivo de referir as diferenciadas práticas terapêuticas à diversidade de famílias.

PUBLICAÇÃO: Interações v.8 n.16 São Paulo dez. 2003

http://scielo.bvs-psi.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-29072003000200004

____________________________________________________
ARTIGO 05: Entre próteses e prozacs:  o sujeito contemporâneo imerso na descartabilidade da sociedade de consumo

AUTOR: Maria Lucia Homem

RESUMO: A ciência e a tecnologia, amparadas entre si e conduzidas pelo grande artífice mercado, propiciam, nos tempos atuais, correntes ininterruptas de geração de objetos: cada vez mais “novos” e “avançados” produtos que moldariam um novo ser imerso numa nova qualidade e forma de vida. Como vem discutindo a crítica – na esteira da Escola de Frankfurt e da psicanálise até os críticos da dita pós-modernidade – vivemos sob uma crescente e aparentemente inevitável mercantilização de todos os domínios da experiência humana. Como situar o sujeito contemporâneo quando tal consumismo penetra territórios até então sagrados e restritos ao âmbito do privado, como seu corpo, agora remodelado (modelagem estética), reconstruído (body building), re-instaurado (procedimentos cirúrgicos), enfim, refeito? Ou sua alma, ‘aquietada’ com produtos psicofarmacológicos, cada vez mais “eficazes” na tentativa de domesticar o medo, a tristeza e a angústia (vide o approach bioquímico do pânico e depressão, sintomas da modernidade)? Este artigo – a partir de considerações de Freud, Lacan e pensadores da cultura como Adorno e Debord – abordará tais questões, enfocando as formas de funcionamento e as consequências psíquicas e sobre a psicanálise de tal objetificação radical do sujeito, na busca infatigável de um recauchutado, potente e alegre novo ‘eu’, pobre consumidor de si mesmo.

PUBLICAÇÃO: Estados Gerais da Psicanálise: Segundo Encontro Mundial, Rio de Janeiro 2003

http://estadosgerais.org/mundial_rj/download/4_Homem_135161003_port.pdf

___________________________________________________

ARTIGO 06: Compartilhar tarefas? Papéis e funções de pai e mãe na família contemporânea

AUTOR: Adriana Wagner, Juliana Predebon e Clarisse Mosmann

RESUMO:  Uma análise sobre o exercício e a divisão dos papéis paternos e maternos na criação dos filhos em idade escolar. O estudo contém o resultado de uma pesquisa realizada frante a 100 famílias de classe média de Porto Alegre (RS), onde se demonstra, de modo geral, a existência de um bom nível de concordância entre pais e mães no que se refere a divisão de tarefas na criação da prole.

PUBLICAÇÃO: Psicologia: teoria e pesquisa, maio-agosto 2005, volume 21, nº 02, págs. 181/186

a08v21n2.pdf

_________________________________________________

ARTIGO 07: Família nuclear e terapia de família: conexões entre duas histórias

AUTOR: Edna Lúcia Tinoco Ponciano

RESUMO: Desenvolve a história da terapia familiar, contextualizando o nascimento da família moderna. A história é narrada a partir da família nuclear e da intervenção terapêutica sobre a mesma. Utiliza-se tanto dos questionamentos da Terapia Familiar Feminista, do Construtivismo e dos Construcionismo, quanto de idéias centrais de importantes autores do campo da terapia familiar, tais como Minunchin e Andolfi.

PUBLICAÇÃO: Revispsi, UERJ, voluma 02, nº 02, artigo 03.

Artigo%203%20-%20V2N2.pdf

______________________________________________

ARTIGO 08: Criatividade; criação: um viés sublimatório

AUTOR: Milla Adami

RESUMO:  Trabalho apresentado na XVII Jornada do CPB (Círculo Psicanalítico da Bahia), trata sobre os aspectos do universo da criação e da criatividade infantil a partir de um olhar psicanalítico. O trabalho procura desenvolver um breve apanhado histórico fazendo referência a principais teóricos que também tiveram como tema de pesquisa e estudo da criatividade; criação e do brincar infantil. A criação lúdica é vista tanto como uma expressão de linguagem pela criança como uma via de sublimação dos aspectos infantis.

PUBLICAÇÃO: Cógito, volume 07, 2006

scielo.php?pid=S1519-94792006000100005&script=sci_arttext

__________________________________________________________________

ARTIGO 09: Família e adolescência: a influência do contexto familiar no desenvolvimento psicológico de seus membros

AUTOR: Elisângela Maria Machado Pratta e Manoel Antonio dos Santos

RESUMO: A família tem passado por inúmeras transformações nas últimas décadas, sendo, portanto, passível de vários tipos de arranjos na atualidade. Entretanto, as funções básicas desempenhadas pela instituição familiar no decorrer do processo de desenvolvimento psicológico de seus membros permanecem as mesmas. Frente a esta realidade, a adolescência e as relações familiares nesta etapa do ciclo vital têm sido foco de numerosos estudos. O presente trabalho investigativo objetivou apresentar uma sistematização dos resultados obtidos através de um estudo bibliográfico envolvendo os descritores: família e adolescência. A literatura consultada salienta que as transformações ocorridas na sociedade, na estrutura familiar e na forma como os pais foram educados provocaram dificuldades referentes à educação dos filhos, principalmente na adolescência. Além disso, a iniciação sexual precoce e o problema da drogadição têm preocupado os pais. Conclui-se pela necessidade de mais investigações referentes à questão familiar na adolescência, que focalizem temas como sexualidade e abuso de substâncias psicoativas.

PUBLICAÇÃO: Psicologia em Estudo, volume 12, n° 2, maio/ago. 2007

scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-73722007000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

_____________________________________________

ARTIGO 10:  Reflexões sobre as relações entre drogadição, adolescência e família: um estudo bibliográfico

AUTOR: Elisângela Maria Machado Pratta e Manoel Antonio dos Santos

RESUMO: O consumo de drogas entre adolescentes tem sido alvo de diversas pesquisas. O objetivo deste estudo foi apresentar uma sistematização dos resultados obtidos por meio de uma revisão bibliográfica envolvendo três eixos: drogadição, adolescência, família. Foram enfocados aspectos referentes ao consumo de drogas hoje e a utilização destas na adolescência, além da relação entre drogas, adolescência e família. Por meio desta revisão, observou-se que a literatura da área aponta que aspectos do funcionamento familiar podem atuar como fatores que propiciam o envolvimento dos adolescentes com substâncias psicoativas. Conclui-se pela necessidade de mais investigações buscando verificar as relações entre adolescência, drogadição e família.

PUBLICAÇÃO: Estudos de Psicologia, volume 11, nº 3, Natal, 2006

search?client=firefox-a&rls=org.mozilla%3Apt-BR%3Aofficial&channel=s&hl=pt-BR&source=hp&q=drogadicao&meta=&btnG=Pesquisa+Google