HumanasBlog


DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em outubro 21, 2009

 

 

E cérebro tem sexo? Segundo a neuropsicóloga inglesa Anne Moir da Universidade de Oxford sim. Para ela o cérebro humano, independente do sexo biológico, tanto pode ser feminino quanto masculino. Tal diferença neurológica produz diferenças seja de comportamentos quanto na maneira de sentir e de pensar das pessoas. E tal diferença é resultado da evolução da espécie, isto é, como o homem primitivo era caçador desenvolveu habilidades visuais, manuais e de coordenação motora, razão pela qual o cérebro masculino tem mais habilidades de caráter funcional. Já as mulheres primitivas que ficavam cuidando da prole e preparando alimentos desenvolveram melhor a capacidade empática de entender o bebê. E como elas conviviam mais com outras mulheres, por sua vez desenvolveram um cérebro mais social por assim dizer.

Pois é, intrigante não? Vejam, portanto, a reportagem sobre o assunto publicada na revista Época, para isto acessando: 0,,EMI65446-15224,00-QUAL+E+O+SEXO+DO+SEU+CEREBRO.html

DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em outubro 3, 2009

 

 

Interessante entrevista dada pelo escritor israelita David Grossman à revista Bravo deste mês, onde ele fala da difícil convivência entre judeus e árabes no oriente médio, tendo ele, inclusive, pedido um filho em uma das inúmeras frentes de batalha porque vive e passa a região. Diz o escritor: “em Israel a palavra ‘paz’ soa como um termo quase obsceno’. E propõe  escrever e fazer Literatura como contrário à guerra. Diz ainda: “Se você vive a violência, ela se infiltra no seu sistema, nos seus órgãos. Esse é o preço que pagamos por viver nessa situação. Escrever é o que faço para me redimir disso”.

A literatura de Grossman (que já foi ator, âncora de rádio, ensaísta e autor de novelas) tem forte apelo pacifista, o que podemos encontrar em livros como “Alguém para Correr Comigo”, “Amor”, “Desvario” e em seu mais recente livro “A Mulher Foge”.

Com vocês a entrevista de David Grossman: literatura-contrario-guerra-495848.shtml#foto=0

Zygmunt Bauman e a utopia possível em uma sociedade líquida

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em agosto 30, 2009

Para quem é minimamente antenado, realmente antenado, Zygmunt Bauman dispensa apresentações. Bauman talvez seja o último grande intelectual advindo do pós-guerra europeu e um dos que mais publica sobre os tempos contemporâneos, embora esteja ele com mais de 80 anos de idade.

Sociológo polonês é atualmente professor emérito de sociologia das universidades de Leeds (Inglaterra)e Varsóvia (Polônia). Entre sua vasta bibliografia (ainda publica com constância e intensidade raras), citamos: “Modernidade Líquida”, “O Mal-estar da Pós-modernidade”, “Amor Líquido”, “Vida Desperdiçadas”, “Tempos Líquidos”, entre outros tantos.

Bauman é sem sombra de dúvida um dos maiores – senão o mais importante – crítico agudo e contundente da pós-modernidade e da globalização. Por esta razão o HUMANASBLOG destaca a entrevista concedida pelo mesmo à revista CULT n° 138, cujo link disponibilizamos ao eventual transeunte. Eis o mesmo, pois: entrevista.asp?edtCode=2BB95253-7CA0-42E3-8C55-8FF4DD53EC06&nwsCode=83FA9E51-05BA-4F2B-B922-E548B2FAB8FA

Boa leitura e quiçá boas reflexões.

DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em agosto 26, 2009

Segundo o site Angola Digital (index.php?option=com_content&task=view&id=1234&Itemid=38) o artista plástico angolano Hildebrando de Melo estará expondo no final de agosto e no transcorrer de setembro algumas de suas obras na Alemanha em uma coletiva sobre arte contemporânea.

Jovem, com apenas 30 anos, natural de Huambo, Hildebrando de Melo, embora autor de várias exposições individuais e coletivas, tanto na própria Angola quanto em Portugal e nos EUA, bem como vencedor do prêmio Ensarte/2004 na categoria “Juventude”, é um artista ainda a se conhecer por nós habitantes destas paragens tão distantes da África e de Angola.

Então, aqui no HUMANASBLOG, um tantinho da África e de Angola através da plasticidade artística de Hildebrando de Melo:


DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em agosto 3, 2009

 

Sabemos há muito tempo que a relação entre o sal e a hipertensão é uma relação prá lá de perigosa. Porém, sabemos também que o cloreto de sódio é um mineral indispensável à vida. Todavia, ainda, sabemos que há pessoas que apresentam menos tolerância ao cloreto de sódio do que outras e que seus organismos tendem a reter mais líquidos – o que excesso é praticamente “tiro e queda” para o desenvolvimento de uma hipertensão e os riscos sérios de suas consequências.

Vale, portanto, a pena dar uma lida na rápida matéria publicada em Carta Capital sobre o assunto, matéria esta escrita pelo médico Drauzio Varella. Para tal basta acessar aqui o link: materia.jsp?a=2&a2=6&i=4695

DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em julho 27, 2009

 

Embora esteja com mais de 85 anos de idade, o escritor português e prêmio Nobel de Literatura (1998),  José Saramago, mantém a lúcidez crítica sobre a sociedade em que vivemos, nossos rumos e cenários. Vejam, por exemplo, a recente entrevista concedida por Saramago (que desde 2007 tem um instigante e atualíssimo blog “caderno.jose saramago.orgcaderno.josesaramago.org) ao jornal O Globo. Vejam a entrevista na íntegra: #208101

DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em julho 17, 2009

Colamos à disposição do transeunte aqui do HUMANASBLOG a sabatina a que se submeteu o importante neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, que trabalha na Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA). A referida sabatina ocorreu segunda passada (dia 08) e foi promovida pelo grupo  FOLHA DE SÃO PAULO. Para Nicolelis, o cérebro humano não é formado por “casinhas” isoladas, como se cada uma tivesse a responsabilidade de controlar diferentes funções do corpo. Para o neurocientista,  nossas atividades são definidas em múltiplas partes do órgão.

Vejam partes da sabatina, acessando: ult306u578473.shtml

DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em julho 13, 2009

Muito bom, mas muito bom mesmo o destaque dado pelo jornal “O ESTADO DE SÃO PAULO” (vulgo Estadão) aos 40 anos da ida do homem à lua. Não apenas o destaque merece aplausos, mas a maneira inventiva e criativa, além de lúdica e educacional, com que expõe o assunto e homenagem. Através de game, animação e vídeo o Estadão busca reconstituir a odisseia da primeira missão tripulada à lua (Apolo 11) . Divertidíssimo  e inteligente, portanto, imperdível. Acessem: ha-40-anos-um-salto-gigante,63947.htm

DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em julho 10, 2009

ATENÇÃO pessoal que curte esse negócio de literatura de “auto-ajuda”. Estudos e pesquisas revelam que repetir pensamentos positivos para si mesmo pode acabar tendo paradoxalmente efeito contrário ao desejado em indivíduos com baixa autoestima, publica a BBC Brasil. (Vide matéria em  http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2009/07/090704_autoajuda_pu.shtml).

Segundo o site da BBC acima: “frases encorajadoras e positivas a respeito de si funcionam apenas para quem já tem autoestima alta.

Os pesquisadores das universidades de Waterloo e de New Brunswick pediram a participantes do seu projeto que repetissem para si mesmos a frase “sou uma pessoa adorável”. Depois, eles analisaram a impressão dos participantes sobre si.

No grupo com baixa autoestima, os que tentaram este recurso de autoajuda se sentiram piores do que antes. Já pessoas com alta autoestima se sentiram – levemente – melhores após repetir o mantra positivo.

Os psicólogos pediram então que os participantes listassem pensamentos positivos e negativos a respeito de si. Eles descobriram que, paradoxalmente, aqueles com baixa autoestima se sentiam melhor quando podiam ter pensamentos negativos a respeito de si, e não quando eram obrigados a se focar nos pontos positivos.

Em um artigo na revista científica Psychological Science, os cientistas sugerem que, assim como elogios exagerados, asseverações puramente positivas tais como “eu me aceito completamente” podem produzir pensamentos contraditórios em indivíduos com baixa autoestima.

“Repetir afirmações positivas pode beneficiar algumas pessoas, como indivíduos com alta autoestima, mas sair pela culatra no caso das pessoas que mais precisam deles”, afirmou a psicóloga que coordenou a pesquisa, Joanne Wood.

Ela destacou, entretanto, que os pensamentos positivos funcionam como parte de uma terapia mais ampla.

A ideia de que as pessoas devem “se ajudar” a fim de se sentir melhor foi elaborada há 150 anos pelo médico escocês Samuel Smiles. Seu livro sobre o tema, que trazia orientações como “os céus ajudam aqueles que se ajudam”, vendeu 250 mil cópias.

Hoje, o negócio da autoajuda virou uma indústria multibilionária”.

Conheçam o site da BBC Brasil: http://www.bbc.co.uk/portuguese/

DEU NA MÍDIA

Posted in Mídia por Joaquim Cesário de Mello em julho 5, 2009

Deu na Folha Online a estréia hoje na TV Cultura de  “O Amor Segundo B. Schianberg”, minissérie de quatro capítulos dirigida por Beto Brant. Segundo matéria do colunista Daniel Castro, no caderno Ilustrada da Folha de São Paulo,  a série traz cenas de sexo e nudez jamais imaginadas em uma TV pública ou educativa. 
Em quatro episódios, “O amor segundo B. Schianberg” vai acompanhar a construção de um relacionamento amoroso entre um ator e uma artista plástica, exclusivamente a partir da observação do interior do apartamento onde acontecem os encontros do casal.
Diz a Folha: “a série mistura ficção com influência de reality shows. De acordo com a reportagem, os atores afirmam que não tinham roteiro pra as cenas, recebiam apenas uma sinopse e, a partir dela, criavam situações e diálogos”.

A estréia é hoje às 22:00 horas, isto é, já já. Vamos conferir…